domingo, 19 de outubro de 2008

Pneus com Câmara ou sem? Qual a diferença?

Pneus "Com câmara" e "Sem Câmara"?
A diferença básica está dentro do pneu. Os "sem câmara" possuem no interno uma borracha especial, denominada liner, que garante a retenção do ar. Devem ser montados em aros apropriados, utilizando válvulas especiais.

Exemplo de pneus passeio:

São vantagens dos pneus sem câmara:
*Perda de pressão lenta quando perfurado.
*Menor aquecimento do conjunto, reduzindo seu custo e tornando-o mais leve.
*Menor número de itens no conjunto, reduzindo seu custo e tornando-o mais leve.
*Maior facilidade nas operações de montagem e desmontagem

Montagem de um pneu com câmara:



Montagem de um pneu sem câmara:

Estrutura do Pneu







Estrutura do Pneu
A diferença entre um pneu radial e um pneu convencional é que o pneu radial com aço de 0º é produzido com a tecnologia mais avançada do mercado. Tais pneus são ideais para estabilidade em alta velocidade, uso leve e desempenho esportivo. Um pneu convencional é construído com tecnologia tradicional. Tais pneus são ideais para off-road e velocidades mais baixas, por causa da sua resistência. Os pneus radiais representam um avanço tecnológico em relação aos pneus convencionais, tanto pelo material empregado na sua concepção quanto pela forma como são colocadas as lonas e pelo tipo de rendimento que proporcionam.

A carcaça:
Parte resistente do pneu; deve resistir a pressão, peso e choques. Compõem-se de lonas de poliéster, nylon ou aço. A carcaça retém o ar sob pressão que suporta o peso total do veículo. Os pneus radiais possuem ainda as cintas que complementam sua resistência.No pneu radial os cabos da carcaça estão dispostos em arcos perpendiculares ao plano de rodagem e orientados em direção ao centro do pneu. Por ser uma carcaça única, não existe fricção entre as lonas - apenas flexão - o que evita a elevação da temperatura interna do pneu.
A lona:
A estabilização do piso é obtida através de uma cinta metálica composta de lonas diagonalmente opostas umas sobre as outras.
A borracha:
É a parte do pneu que entra em contato direto com o solo. Ela confere ao pneu propriedades tais como: suportar a carga, assegurar a transmissão da potência automotriz, garantir dirigibilidade e respostas eficientes nas frenagens e aceleração, otimizar a aderência do veículo aos diversos tipos de solo.
Talões:
Constituem-se internamente de arames de aço de grande resistência, tendo por finalidade manter o pneu fixado ao aro da roda.

Parede Lateral:
São as laterais da carcaça. São revestidos por uma mistura de borracha com alto grau de flexibilidade e alta resistência à fadiga.
Cintas (lonas):
Compreende o feixe de cintas (lonas estabilizadoras) que são dimensionadas para suportar cargas em movimento. Sua função é garantir a área de contato necessária entre o pneu e o solo.

Banda de Rodagem:
É a parte do pneu que fica em contato direto com o solo. Seus desenhos possuem partes cheias chamadas de biscoitos ou blocos e partes vazias conhecidas como sulcos, e devem oferecer aderência, tração, estabilidade e segurança ao veículo.

Ombro: É o apoio do pneu nas curvas e manobras.



















Nomenclatura dos Flancos: Flanco de um pneu mostra todas as informações essenciais de um pneu. Pode considerar-se como sendo o “bilhete de identidade” de um pneu.
















Dúvidas frequentes sobre Rideon/Tyremax

PERGUNTAS FREQUENTES
Estas são algumas perguntas que sempre são colocadas em relação ao Ride-On Sistema de Proteção de Pneus. Se você tiver alguma dúvida que não está esclarecida aqui, por favor, deixe o comentário com sua pergunta que logo estaremos incluindo no blog.
O QUE É O RIDE-ON SISTEMA DE PROTEÇÃO DE PNEUS?
O Ride-On é um gel selante de pneus de tecnologia de ponta, especialmente formulado para prevenir vazamentos, selar furos e estender a vida útil do pneu. Foi desenvolvido para selar permanentemente a maior parte dos furos na banda de rodagem causados por todo tipo de objetos de até 6,4 mm de diâmetro.
Ele ainda elimina os vazamentos que ocorrem pela porosidade da borracha e reduz a taxa de reações oxidantes nocivas dentro do pneu. Ajuda o pneu a rodar com pressão interna adequada e mais frio o que gera uma extensão de vida útil de até 25%.
QUEM JÁ UTILIZA O RIDE-ON?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus foi desenvolvido pela Inovex Industries, Inc., nos Estados Unidos. Ele já está presente no Reino Unido, Índia, Nigéria, África do Sul, Cingapura, Equador e agora no Brasil.
Tem sido utilizado por pessoas e empresas diversas nos países em que atua dentre eles as Forças Armadas, Nações Unidas, Frotas Privadas e Públicas de todas as naturezas.
QUAL É O EFEITO DO RIDE-ON SISTEMA DE PROTEÇÃO DE PNEUS SOBRE A VIDA ÚTIL DO PNEU?
O Ride-On pode aumentar a vida útil do pneu em 25% ou mais. O calor causado pelo atrito do pneu com o solo e elevado em função da baixa pressão é uma das causas principais de falhas em pneus. À medida que a temperatura do pneu aumenta, a taxa de oxidação e conseqüente polimerização dos materiais resulta em rigidez e degradação química. O Ride-On Sistema de Proteção de pneus cobre a superfície interna da banda de rodagem com uma camada de gel selante inerte que absorve o calor da banda de rodagem e conduz para as laterais onde a dissipação é mais eficaz. Essa camada ainda reduz o vazamento pela porosidade do pneu e as reações oxidantes. Ao longo da história, o Ride-On tem mostrado aumentar em 25% ou mais a vida útil do pneu.
IRÁ HAVER ALGUMA REAÇÃO QUÍMICA DO RIDE-ON COM O PNEU OU A RODA?
Não. O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus é quimicamente inerte e não vai reagir com os elementos do pneu ou da roda. Ele contém inibidores de corrosão que protegem rodas de aço ou alumínio e as cintas dos pneus. Ele não afeta em nada qualquer possibilidade reparo ou reforma no pneu. Na verdade ele até ajuda na reforma porque mantém a carcaça em melhores condições.
O RIDE-ON É UM PRODUTO PERIGOSO?
O Ride-On não é considerado um produto perigoso conforme definição da Agência de Proteção ao Meio Ambiente e Departamento de Transporte americanos. Ele é biodegradável, não inflamável e não explosivo.
O RIDE-ON É PREJUDICIAL À SAÚDE?
Não. O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus é ambientalmente amigável, não perigoso e não inflamável. Contém Etileno Glicol, um componente químico orgânico normalmente utilizado em sistemas de resfriamento e aquecimento. O Etileno Glicol é tóxico se ingerido. Boas práticas de higiene industrial devem ser seguidas no manuseio e uso do gel. Em caso de ingestão, procure um médico.
QUAL É A VIDA ÚTIL DO RIDE-ON?
O Ride-On é projetado para durar aproximadamente 60 meses em condições de uso e armazenagem adequadas.
O RIDE-ON VAI CAUSAR CORROSÃO NAS RODAS?
Não, ele contém inibidores de corrosão que protegem rodas de aço e liga leve.
O RIDE-ON DECANTA NO SEU RECIPIENTE E PRECISA SER MISTURADO?
Não. O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus é um gel selante homogêneo que não vai decantar, separar ou flocular quando armazenado em por longos períodos. Suas características não se modificam pela exposição ao calor, frio e forças centrífugas que agem sobre ele. Ele já vem pronto para o uso e não precisa ser misturado ou preparado.
O CAMADA DE GEL VAI SE DESFAZER ACUMULANDO-SE NO FUNDO DO PNEU QUANDO O PNEU PERMANECER PARADO?
Não. O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus contém substâncias adesivas especialmente selecionadas para impedir que isso ocorra. A camada de gel permanece na sua área de cobertura. Se um pneu protegido com o Ride-On permanecer parado por um longo período de tempo, eventualmente alguma pequena quantidade do gel pode se mover para a parte de baixo do pneu, mas assim que o veículo andar novamente a camada retomará o seu lugar original. Se isso acontecer, você poderá perceber alguma vibração nos pneus até que a camada se forme novamente. Daí em diante, nada de anormal deve ocorrer.
O RIDE-ON VAI SECAR-SE NO PNEU?
Não. O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus vai permanecer nas mesmas condições em que se encontrava no momento da instalação já que o pneu é um recipiente hermeticamente fechado selado por ser pressurizado e nenhum tipo de evaporação pode ocorrer.
O RIDE-ON É INFLAMÁVEL?
Não. O Ride-On não é inflamável. Ele contém Etileno Glicol que é uma substância comumente utilizada como um anti-congelante em automóveis e sistemas de resfriamento e aquecimento de ar.
COMO O RIDE-ON SE DESEMPENHA EM ALTAS TEMPERATURAS DE OPERAÇÃO?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus desempenha sua função em temperaturas que variam de -40º C até 149º C. Funciona bem em qualquer clima.
O RIDE-ON SERVE PARA PENUS COM E SEM CÂMARA?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus elimina de 85 a 95% de furos em pneus sem câmara causados por objetos de até 6,4mm e 3,2 mm em pneus com câmara, ocorridos na banda de rodagem. A eficiência de selagem em pneus com câmara é de 55 a 65% já que, normalmente objetos perfurantes podem rasgar uma câmara e não há como um gel selante selar um rasgo. Por isso é vital remover o objeto perfurante do pneu com câmara assim que o furo ocorrer.
QUE PARTE DO PNEU O RIDE-ON PROTEGE E QUAL É A EFICIÊNCIA NA SELAGEM DE FUROS?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus é desenvolvido para cobrir a coroa do pneu, a superfície interna do centro da banda de rodagem. O formato interno do pneu e a força centrífuga que incide sobre ele força o Ride-On a cobrir essa área interna do pneu. Ele não é desenvolvido para proteger a parte externa da banda de rodagem já que, de acordo com os fabricantes dos pneus, não é recomendável rodar com um pneu que tenha um furo nesta área.
COMO O RIDE-ON É INSTALADO?
O Ride-On já vem pronto para ser instalado e não precisa ser misturado ou preparado. Você vai precisar de uma chave saca-válvulas para retirar o núcleo da válvula do pneu e permitir o esvaziamento, de um calibrador e uma fonte de ar para re-inflar o pneu.
Se você utilizar o frasco pode instalar o produto diretamente do frasco para o pneu. Se for utilizar o balde ou o tambor, deve contar com a nossa bomba de líquidos especialmente projetada para o uso com o Ride-On. Consulte o nosso Manual de Instalação.
COM QUE FREQUÊNCIA EU DEVO CHECAR O BALANCEAMENTO DOS PNEUS CONTENDO RIDE-ON?
Uma roda deve ser balanceada sempre que um pneu é desmontado e remontado, o que muda a posição do pneu na roda. Quando um contra-peso de balanceamento é deslocado ou retirado, e sempre que você comprar pneus novos. De qualquer forma, ao menor sinal de vibração, ou desgaste irregular da banda de rodagem, você deve fazer uma criteriosa inspeção no balanceamento, alinhamento e no funcionamento das peças que atuam em conjunto com o pneu como os elementos de suspensão e freios.
O Ride-On foi projetado para balancear hidrodinamicamente pneus de caminhões e ônibus, reduzindo o desequilíbrio e as vibrações que fazem o pneu saltar e girar desuniformemente. Isso causa um aumento na temperatura de operação do pneu o que gera desgaste irregular.
Muitas frotas têm substituído compostos balanceadores em pó para o Ride-On para ajudar a reduzir desbalanceamentos com pneus e melhorar os seus programas de manutenção de pressão.
No caso dos veículos leves, o Ride-On foi desenvolvido para não interferir no balanceamento pré-existente no pneu. Por isso, é importante que o pneu seja previamente balanceado antes da instalação do gel. O pneu não vai perder o balanceamento com a instalação do gel. Ele perde o balanceamento pelas mesmas causas que perderia se não tivesse o selante, como pancadas e freadas fortes, desgaste irregular, rodagem com pressão inadequada e causas relativas ao uso do pneu. Se o pneu protegido perder o balanceamento deve ser balanceado normalmente. Nesse caso, deve-se empregar a Técnica de Balanceamento de Pneus com Selantes.
O RIDE-ON VAI ENTUPIR A VÁLVULA DO PNEU QUANDO ESTIVER SENDO INSTALADO?
Raramente. Em alguns casos, o resíduo do gel que for bombeado para um pneu pela válvula pode permanecer na válvula e impedir a passagem de ar. Se isso ocorrer, remova a tampa da válvula e aplique um jato de ar comprimido para limpar a válvula. Ou então, use cuidadosamente um clipe de papel para retirar o excesso de gel e desobstruir a passagem do ar.
E QUANDO A PRESSÃO ESTIVER SENDO CHECADA?
Quase nunca. Assim que o Ride-On é instalado, a força centrífuga força o gel a se formar como uma camada sobre a superfície interna da banda de rodagem. No entanto, em alguns casos algumas gotas do gel podem permanecer na passagem da válvula impedindo a passagem do ar. Nesse caso, basta aplicar o ar comprimido para limpar o sistema.
O RIDE-ON PODE SER INSTALADO EM PNEUS NOVOS E USADOS?
Sim, em qualquer pneu. Em pneus usados de veículos leves, é recomendável que se faça uma pré-inspeção do pneu para garantir sua prévia condição de uso em bom estado.
EM QUE TIPOS DE PNEUS O RIDE-ON PODE SER INSTALADO?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus pode ser instalado em qualquer tipo de pneu. No entanto, existem versões diferentes para cada tipo de aplicação. É recomendável que cada tipo de pneu seja protegido com o tipo de Ride-On adequado.
QUE QUANTIDADE DO RIDE-ON DEVE SER INSTALADO NO PNEU?
Consulte a Tabela de Dosagem para mais informações.
COMO O RIDE-ON VAI AFETAR A GARANTIA DO PNEU?
O Ride-On Sistema de Proteção de Pneus é um gel selante inerte que não vai prejudicar ou danificar pneus ou rodas. O Ride-On obteve pronunciamentos oficiais das principais montadoras de pneus declarando que o uso não anula a garantia do pneu, a não ser que o dano em questão tenha sido provocado pelo selante.


segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Encontro Politek - 28/09/08

Meninas,
foi muito bom nosso encontro no sábado. Quero agradecer a participação de todas voces. Bem legal que todas estiveram conosco. Acho que temos em frente uma grande oportunidade para incrementarmos nossas vendas enormemente através destes novos serviços. Estou colocando várias fotos que tiramos lá! Com certeza teremos muitas chances de reeditar isso com voces.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Película de Segurança - Scotchshield 3M

A película de Segurança Scotchshield(MR), fabricada com exclusivo filme transparente e
multicamadas de poliéster da 3M é capaz de segurar os estilhaços de vidro até mesmo
em casos de explosão. Diminuido os riscos de ferimentos com esses estilhaços.
Película que resiste por muito mais tempo a ataques com objetos cortantes
também protege contra raios UV.
Possuí transparência incolor e para uma tonalidade mais escura deve-se aplicar uma película
comum com transparência mais escura.
A resistência contra tensão, rasgos e perfurações pode ajudar a atrasar e impedir
crimes de vandalismo, ao aumentar o tempo e esforço necessário para que alguém
consiga entrar pela janela.A maioria dos crimes acontece em menos de 30 segundos.
Prolongando o tempo de entrada de um ladrão aumenta-se as chances do arrombamento
ser percebido e até mesmo detido.

Garantia de 4 anos, contra desbotamento e descolamento.

Veja o Vídeo:
video

TyreMax

Proteção de Pneus
Hoje, principalmente em virtude da violência urbana, o mercado pneumático já oferece
produtos para veículos blindados. A concepção do pneu blindado é que o carro continue
a andar durante certa distância e a certa velocidade mesmo que a pressão do pneu seja
zero. Com o objetivo de que o condutor,o passageiro e o veículo cheguem em segurança
em caso como tentativas de assalto ou até mesmo obstaculos cortantes na pista que
danifiquem o pneus do carro esvaziando instantaneamente.
Além de dar maior segurança ao condutor Tyremax também:

*Aumenta a vida útil do pneu em até 25%.
*Mantem a pressão interna constante por mais tempo.
*Diminuí o consumo de combustível.
*Evita corrosão das partes metálicas.
*Mantem a temperatura de operação abaixo do esperado,fazendo o veículo rodar mais frio.
Garantia de três anos para o produto.


video

CristalMax

Procedimento de polimento de pintura realizado em três etapas que retorna o aspecto original da pintura do veículo.
No veículo semi-novo: Cristalmax remove riscos superficiais, retira a tinta queimada, desoxida e revitaza a pintura.
Todo ranhura que não tenha ofendido o verniz da pintura sai com mais facilidade. Se ao
passar a unha ou um objeto pontiagudo no arranhão e este passar sem prender no arranhão
significa que não prejudicou o verniz.